8 Alimentos com poder anti-inflamatório

Posted by joana

Quando o organismo é alvo de uma infeção causada por fatores externos (bactérias, vírus, parasitas, entre outros), o sistema imunológico responde desencadendo um processo inflamatório, como resposta natural do organismo, com o objetivo destruir os agentes agressores. Esta pode durar dias mas também meses, como é o caso de doenças crónicas que desencadeiam uma inflamação constante.

A alimentação tem um papel importante nestes casos, pois acabam por atuar como um medicamento natural. A maior parte dos alimentos que se inserem no grupo de alimentos anti-inflamatórios constituem parte da dieta mediterrânica, muito estudada e conhecida por esse mesmo efeito. Saõ eles:

1.Tomate.  Além de rico em antioxidantes, vitaminas do complexo A e B, vitamina E e vitamina C, minerais como o fósforo, contém licopeno (carotenoides como a luteína, devido à sua cor) sendo um protetor imunológico.

 2.Azeite. Inserido na dieta mediterrânica, o azeite é rico em gorduras monoinsaturadas, o que contribui para a redução do colesterol LDL, o mais nocivo para a saúde. Nos processos inflamatórios o azeite permite bloquear a produção de elementos químicos que induzem processos inflamatórios no organismo. Prefira o azeite virgem extra pois é o menos refinado e menos processado deles todos, logo contém mais propriedades.

3.Vegetais de folha verde-escura. Os vegetais de folha verde- escura são ricos em vitamina E, essencial no combate à inflamação. Além de serem ricos em fibra, ajudando a evitar a acumulação de toxinas no intestino (toxinas estas que podem facilmente entrar na corrente sanguínea se muito tempo no organismo). Sejam eles os espinafres, brócolos, couves, entre outros.

4. Frutas oleagenosas. Estas são ricas em gorduras poli insaturadas, importantes anti-inflamatórios naturais, e ainda proteínas, fibra, cálcio e vitamina E importantes no combate à inflamação. Incluem-se neste grupo as nozes, amêndoas, avelãs, entre outros. Por serem bastante calóricos recomenda-se o consumo de 1 punhado por dia como snack.

5. Peixes gordos. Como salmão, cavala, atum, arenque e sardinhas, muito utilizados na dieta mediterrânica. São ricos em ácidos gordos ómega-3, poderoso anti-inflamatório, pela ação que tem de reduzir a proteína C reativa (poteína presente quando há um processo inflamatório no organismo). Recomenda-se pelos menos 3 refeições de peixe gordo por semana para obter os seus benefícios.

6. Fruta. Principalmente as frutas com maior teor em antioxidantes, que é o caso dos frutos vermelhos (framboesas, amoras, mirtilos). A sua cor avermelhada revela a presença forte de antocianinas, importantes antioxidantes. O ananás tem também um efeito anti inflamatório no organismo devido à presença da enzima - bromelaína.

7. Gengibre. O gengibre possui uma substância ativa – o gingerol – que atua como antioxidante. Além de eficaz na prevenção de constipações e gripes, pode ser utilizado como também no tratamento de processos inflamatórios.

8. Curcumina. Substância presente na raíz utilizada na especiaria mais conhecida como açafrão -há muitos anos utilizado na Ásia pelas suas propriedades, cada vez mais estudado pela sua capacidade de prevenir e tratar doenças inflamatórias crónicas. Fácil de introduzir na nossa alimentação, basta adicionar 1 colher de chá aos pratos ou fazer um chá todos os dias.

Alimentos que provocam inflamação e que devem ser evitados:

  • Produtos processados e refinados, como refeições pré-confecionadas, alimentos ricos em farinhas refinadas como pão branco;
  • Refrigerantes e bebidas gaseificadas;
  • Carnes vermelhas e processadas (salsichas, fiambres, presunto);
  • Margarinas e manteigas.

 

Este tipo de alimentos está associado a um aumento do risco de doenças crónicas como diabetes e doenças cardiovasculares pelo excesso de inflamação que provocam no organismo.

 

 

Joana R. Lewis

Nutricionista Estagiária

Membro Estagiária da Ordem 2036NE

 

 

 Referências: